Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Esclarecendo Dúvidas Sobre Wicca
Esclarecendo Dúvidas Sobre Wicca

Miniatura ''(thumbnail)'' da versão das 23h43min de 7 de setembro de 2008

AS DÚVIDAS MAIS FREQUENTES

Aqui encontram-se algumas das perguntas e respostas mais freqüentes para as diversas dúvidas sobre a Wicca, a Bruxaria Moderna.


O QUE É WICCA?

Também chamada de Arte, Velha Religião, Antiga Fé, Wicca é o nome alternativo dado às práticas da Bruxaria Moderna de origem européia.
A palavra Wicca vem do inglês arcaico Wicce que significa “girar, dobrar ou moldar”. Esta palavra reflete a essência da religião Wicca, já que girar e moldar a natureza, interagindo com ela, é um dos seus principais objetivos.
Wicca é uma religião que baseia sua filosofia e práticas na celebração à natureza e no culto à Deusa Mãe que personifica a própria Terra e o feminino. A Deusa é a Criadora de tudo e de todos. A Deusa é a principal Deidade Wiccaniana. Ela é simbolizada pela Lua e pela Terra e recebeu diferentes nomes em diferentes culturas onde foi cultuada e celebrada. Ela é eterna, imortal e exerce supremacia em nossas práticas e rituais.
Muitas das práticas Wiccanianas remontam a antiga religião dos celtas, porém influências gregas, sumerianas, egípcias entre outras, são encontradas na base fundamental da Wicca atual.
A Wicca busca novamente colocar o homem em contato íntimo com a natureza, resgatando nossa ligação com a Terra, tornando-nos mais conscientes da necessidade da preservação da fauna e da flora.
Uma divindade secundária, chamada de Deus Cornífero, considerado o filho e Consorte da Deusa, também é reverenciado. Ele é o representante da fauna, flora e animais, um antigo Deus das primeiras culturas da humanidade responsável pela caça e fartura. 
Sendo assim, a Wicca celebra o sagrado feminino e masculino existente dentro de cada um de nós, buscando a complementaridade e o equilíbrio entre homens e mulheres. Mesmo dando uma preponderância ao Sagrado Feminino e às mulheres, muitos homens se identificam com a Wicca e celebram a Deusa, encontrando nas práticas da Bruxaria Moderna uma forma de reavaliarem e mudarem seus pensamentos, posturas e ações. Isso contribui para transformar homens influenciados por séculos de patriarcado e machismo em seres humanos mais conscientes e desprovidos de preconceitos.


EM QUE TIPO DE FORÇAS OS BRUXOS MODERNOS ACREDITAM?

Bruxos modernos, também chamados de Wiccanianos, acreditam nas forças da natureza deificadas e personificadas como Deusa e Deus.
A Deusa e o Deus representam os aspectos femininos e masculinos da Criação. 
Para os praticantes da Wicca, a Deusa e o Deus estão presentes em todas as coisas, pois a Divindade é vista como imanente e não como transcendente. Isto significa que cada objeto, animado ou inanimado, carrega uma centelha da Deusa e estão ligados através de uma intrincada rede que une tudo e todos, onde atos isolados não são necessariamente isolados e afetam toda a rede que é a própria humanidade e mundo natural.
A Deusa e o Deus representam os poderes da vida, assegurando o equilíbrio de todo o universo.

 

QUEM É A DEUSA?

A Deusa é o princípio sagrado feminino, aquela que teria criado tudo e todos. Sabemos que os primeiros povos da Terra não acreditavam em um Deus Criador, mas sim em uma Deusa, uma Divindade primordial feminina e é nestes mitos que a Bruxaria Moderna vai buscar inspiração para sua religiosidade. A Deusa é vista como imanente, ou seja, está presente em todas as coisas existentes. Ela é os 4 elementos, a Terra, a Lua , Ela sou eu, Ela é você.
Muitos mitos ao redor do mundo retrataram o sagrado feminino numa trindade de Donzela, Mãe e Anciã e é desta forma que Ela é vista por nós Wiccanianos. Na Lua Crescente a Deusa é simbolizada como a Donzela, na Cheia Ela é a Mãe e na Minguante Ela é a Anciã. Um dos seu símbolos mais importantes é a Lua, já que os mistérios lunares sempre estiveram associados aos ciclos menstruais das mulheres, que consequentemente trazem os poderes da vida e da Deusa.


QUEM É O DEUS?

A Wicca, é uma Religião polarizada, sendo assim, além da Deusa também existe um princípio masculino, o Deus. Ele é considerado o filho e Consorte da Deusa. Muitas vezes ele é chamado de Deus Cornífero, Deus Astado, o Galhudo. Sua associação com os chifres nada tem a ver com a figura do Diabo. O Demônio cristão só passou a ser representado com chifres a partir da Idade Média, durante a Inquisição, numa tentativa de denegrir a imagem de Deuses Pagãos. Ele é apenas representado com chifres em sua cabeça por causa de sua associação com os animais e com a caça. O Deus Cornífero é o Senhor dos animais, da fartura e abundância. Enquanto a Deusa é representada pela Lua, Ele é simbolizado pelo Sol que faz as sementes crescerem no interior do Terra para nutrir os filhos da Grande Mãe. 

 

QUAL A DIFERENÇAS ENTRE WICCA E BRUXARIA OU WITCHCRAFT?

Basicamente nenhuma, porém encontramos muitas pessoas que preferem dizer que praticam Bruxaria ou Witchcraft em vez de Wicca. Isso se dá pelo fato delas afirmarem que as práticas da Witchcraft compõem a Bruxaria Tradicional e são mais antigas que a Wicca. Isto lhes confere a possibilidade de se sentirem e se dizerem superiores aos Wiccanianos. Outros no entanto preferem dizer que são Wiccanianos por que não querem ver seus nomes associados à Bruxaria, não por não saberem o que ela é na realidade, mas por causa das inúmeras conotações estigmatizadas e negativas a ela atribuídas através dos tempos. A terminologia pode mudar, mas a essência permanece a mesma.

 

WICCANIANOS FAZEM FEITIÇOS?

A Wicca é uma religião que engloba um vasto conjunto de técnicas de magia natural como parte integrante de sua estrutura operacional. Sendo assim, encantamentos, sortilégios e feitiços são muitas vezes utilizados por seus praticantes como forma de estabelecer alterações em nossas vidas cotidianas. Bruxos sempre realizam feitiços com intuitos positivos, seja para curar ou atrair harmonia, jamais para prejudicar outros.

Miniatura ''(thumbnail)'' da versão das 23h43min de 7 de setembro de 2008 

BRUXOS PRATICAM ALGUM TIPO DE ARTE DIVINATÓRIA?

Sim, Bruxos praticam muitos tipos de artes divinatórias.
Por acreditarem que são senhores de seu futuro e que o destino não é imutável, Bruxos recorrem à algumas práticas oraculares para terem um panorama das tendências futuras.
Muitos acreditam que seus oráculos são a própria voz da Deusa, através do qual Ela pode indicar, alertar ou prevenir, enquanto outros vêm a arte divinatória como um portal de acesso à linguagem do inconsciente coletivo e arquétipos, através do qual é possível vislumbrar os acontecimentos vindouros.

 

BRUXOS SEGUEM ALGUM CALENDÁRIO LITÚRGICO?

Sim. Por ser uma religião centrada na natureza o calendário litúrgico Wiccaniano baseia-se nas mudanças que ocorrem na natureza. O calendário litúrgico consiste de 21 rituais anuais. São realizados basicamente 13 Esbats(ritos de Lua Cheia) e 8 Sabbats(Ritos que marcam as mudanças sazonais).
Os Sabbats são rituais que celebram o nascimento, vida e morte do Deus, filho e Consorte da Deusa. Este ciclo de vida e morte representa nada mais nada menos que o próprio Sol que aquece intensamente em determinadas estações do ano e aparentemente desaparece em outras. As datas de Sabbats ocorrem de acordo com os ancestrais calendários de plantio e colheita dos povos campesinos da Europa Antiga.

 

EXISTEM BRUXOS BONS E MAUS?

Não. Bruxos são praticantes de uma religião positiva e evolutiva, que centra suas práticas para propósitos benéficos.
Quando uma pessoa se integra à Wicca, a primeira coisa que aprende é que ela deve viver de acordo com o Dogma da Arte: “Faça o que quiser, desde que não prejudique nada nem ninguém”.
Isto significa respeitar não só a natureza, mas o livre arbítrio de cada ser e não prejudicarmos nós mesmos também.
Existem pessoas boas e más e a Wicca, como qualquer outra religião, possui este problema. É o senso ético de cada pessoa que determina suas atitudes, não uma religião ou outra.

Miniatura ''(thumbnail)'' da versão das 23h43min de 7 de setembro de 2008 

O QUE É UM COVEN?

A palavra Coven vem do termo Coventus que significa “se reunir, estar junto”.
Coven é o nome dado para um grupo de Bruxos que pratica a Arte de uma maneira coesa. Existem muitos tipos diferentes de Covens.
Alguns deles são iniciáticos, outros visam apenas praticar a Arte, enquanto alguns seguem uma rígida hierarquia e sistema de graus. Tudo depende da forma de trabalho escolhida pelos membros do Coven ou por sua Sacerdotisa e/ou Sacerdote.
Um Coven é como uma família, com fortes laços sociais e mágicos. Seus membros não só se encontram regularmente para celebrar a Lua Cheia e Sabbats, mas também para passear, dançar, se divertir.
O Coven é geralmente dirigido por uma Sacerdotisa e um Sacerdote. Alguns Covens no entanto, principalmente de algumas facções da Tradição Diânica, são governados apenas por Sacerdotisas. 

 

O QUE É UM BRUXO SOLITÁRIO?

Bruxo solitário é como chamamos uma pessoas que escolheu praticar a Religião da Bruxaria sozinha, sem pertencer a nenhuma Coven ou grupo.
As pessoas escolhem praticar solitariamente por inúmeros motivos. Seja pelos vários problemas e incompatibilidades que surgem em qualquer grupo de pessoas, por falta de horários flexíveis para os encontros ou por sentirem que sua própria maneira de trabalhar magicamente é o melhor caminho de conexão com a Deusa, a prática solitária é um caminho tão válido para a Deusa quanto a prática em um Coven Tradicional.
A maioria dos Bruxos solitários são ecléticos. Por não terem um treinamento tradicional dentro de um Coven, Solitários acabam inserindo aspectos de diferentes segmentos da Wicca em sua forma de praticar.
Bruxos Solitários geralmente se auto-iniciam, mas existem também aqueles que foram iniciados tradicionalmente e posteriormente optaram pelo trabalho solitário.

 

EXISTEM DIFERENTES GRUPOS DE BRUXOS?

Sim. Diferentes grupos de Bruxos são chamados de Tradições. Existem inúmeras Tradições na Bruxaria e a cada dia surgem novas. A Bruxaria é uma religião, marcadamente individualista, onde todas as pessoas encontram possibilidade de extravasarem sua religiosidade, noção do Divino e forma de cultuar. Por isso existem vários ramos diferentes, capazes de comportarem cultos a panteões diferentes, com diferentes ritos e diferentes estruturas.

 

BRUXOS POSSUEM ALGUM LIVRO SAGRADO?

Não. Os conhecimentos da Bruxaria sobreviveram através da tradição oral , transmitidos de boca a boca pelos seus praticantes, por isso não há um livro sagrado que os Wiccanianos devam seguir. Apesar de haverem inúmeros livros publicados sobre a Arte, nenhum deles é o livro padrão para rituais e práticas. Os interessados na Wicca devem buscar seus conhecimentos em diferentes livros de diferentes autores, na natureza e através de Bruxos mais experientes, lembrando sempre que a Wicca é uma religião libertária e não hierárquica. Por isso, não existem autoridades que devem ser acatadas. Porém, orientações de Bruxos mais experientes devem ser consideradas sempre. Cada Tradição possui o seu Livro das Sombras, que contêm os mistérios e ritos daquele caminho Pagão específico.

 

EXISTEM TEMPLOS SAGRADOS NA WICCA?

Sim, a natureza é o templo dos Antigos Deuses. Nosso rituais são sempre realizados na natureza quando possível. Apesar de muitos Wiccanianos realizarem seus rituais em casa ou locais fechados, por uma questão de privacidade, a natureza é sempre vista como o local ideal para a celebração das práticas ritualísticas.

 Miniatura ''(thumbnail)'' da versão das 23h43min de 7 de setembro de 2008

A WICCA POSSUI ALGUM SÍMBOLO SAGRADO?

A Wicca possui muitos símbolos sagrados como o Triskle, o Espiral, a Triluna, o Labirinto, o Labrys. Porém o símbolo mais associado à Wicca é o Pentagrama, uma estrela de 5 pontas, com uma das vértices para cima, dentro de um círculo. O Pentagrama representa o homem de braços abertos dentro do Círculo Mágico e os 4 elementos mais o espírito. Ele é símbolo sagrado mais utilizado e aceito por todas as Tradições da Arte.

 

BRUXOS PRATICAM ORGIAS RITUAIS?

Não, de nenhuma maneira.
A Wicca é uma religião de celebração à vida e à tudo aquilo que faz a vida existir, que busca inspiração para suas práticas nos antigos ritos da fertilidade de tempos imemoráveis. Exatamente por este motivo, muitos dos símbolos por nós utilizados são sexuais.
Por ser uma religião da Terra consideramos sexo vida. Sendo assim, nossa visão sobre sexualidade é despreconceituosa, aberta e abrangente, mas isso não justifica condutas prejudiciais e ilegais.
Muito da fantasia sobre orgias sexuais em ritos Pagãos vêm da perseguição medieval da Igreja contra a Antiga Religião, onde farsas e calúnias foram inventadas e largamente divulgadas para denegrir a imagem e a religião de Bruxas e Bruxos.
Muitos símbolos sexuais são utilizados e até mesmo a União Sexual Divina é representada através do ritual do Grande Rito- onde o Athame é inserido no Cálice, representando a união da Deusa e do Deus- mas o ato sexual real é incomum.
Quando isso ocorre, a prática ocorre entre duas pessoas casadas e privativamente, como forma particular delas honrarem a Deusa e o Deus.
Em alguma Tradições da Bruxaria, o ato sexual fez parte durante muito tempo da Iniciação de 3º grau, mas hoje isto na maioria das vezes ocorre através do Grande Rito simbólico.

 

BRUXOS REALIZAM SACRIFÍCIOS ANIMAIS OU HUMANOS EM SEUS RITUAIS?

Não. A Wicca é uma religião fundamentada na natureza e de amor incondicional a ela por isso qualquer ato contra a vida é terminantemente proibido. Abençoado seja tudo, pois tudo foi criado pelas mãos da Deusa.

 

BRUXOS ACREDITAM NO DIABO?

Bruxos não acreditam no Diabo assim como não acreditam em Cristo. Também não profanam igrejas nem cemitérios ou hóstias.
A Bruxaria é uma religião baseada nos cultos pré-cristãos à Deusa, que já existiam muito, muito tempo antes do conceito de um Deus monoteísta e da criação do Diabo.
O Cristianismo transformou a figura de antigos Deuses Corníferos como Cernnunos, Herne, Pan, Odin na imagem do Diabo para que desta forma o Deus da Bruxas fosse estigmatizado e assumisse o papel de mal feitor.
Ainda ecoam estigmas que associam as práticas Pagãs ao mal e infelizmente devemos isso a época medieval da Inquisição, onde Bruxos foram associados ao Demônio e ao mal por interesses políticos e religiosos da época. Hoje a Bruxaria encontra nova luz e vem resgatando sua dignidade como religião. Bruxos não praticam o mal e nem são anti-cristão, apenas não são cristãos.
Diabo, Satã, Satanás, Demônio fazem todos parte da Religião Cristã, não Pagã.

 

BRUXOS FAZEM SEUS RITUAIS NUS?

Muitos Bruxos preferem fazer seus rituais nus, enquanto outros optam pelo uso de vestes ritualísticas.
Quando um Bruxo realiza seus rituais nu, diz-se que ele está “vestido de céu” ou com as “vestes da lua”.
A maioria dos Wiccanianos no entanto trabalham vestidos com mantos, túnicas ou robes. Neste caso podem-se usar diferentes cores de mantos para diferentes rituais.
Enquanto os Bruxos que trabalham vestidos de céu dizem que o poder flui melhor quando se está sem roupa, os que usam roupas cerimonias argumentam que nada pode ser um obstáculo para que a energia da Deusa flua. A duas formas são aceitas e nenhuma é melhor que outra.

 

O QUE OS BRUXOS FAZEM PELA NATUREZA?

A Deusa Mãe é vista como a própria natureza manifestada. Por isso, preservar o planeta é preservar o corpo da Deusa, a nossa casa, a nossa família que é a humanidade como um todo.
Exatamente por isso Bruxos estão sempre engajados em movimentos ecológicos e ambientais, lutando pela preservação do meio-ambiente de uma forma ou outra.
Bruxos fazem da preservação da natureza a sua principal meta e lema de vida e acreditam que esta é a única forma de nos ligarmos novamente aos antigos Deuses da natureza, que se afastam cada vez mais de nós devido à poluição, entulhos e toxidade que deixamos se espalhar pela Terra.
Seja através do engaje em organizações ambientais ou fazendo o seu trabalho de conscientização e preservação sozinhos, Bruxos seguem cumprindo com a missão de limpar o planeta do lixo que a humanidade lhe trouxe e se preocupam não só com o mundo que deixarão para as próximas gerações, mas com as gerações que deixarão para o mundo.

 

BRUXOS SÃO PAGÃOS?

Sim.
A palavra pagão vem do termo Paganus que significa “pessoa do campo”.
Quando o Cristianismo se tornou a religião da moda de reis e rainhas, a Velha Religião continuou sendo mantida através das pessoas simples do campo, que deram continuidade às antigas celebrações sazonais de plantio e colheita centradas nas Tradições da Deusa.
Hoje não mais vivemos no campo, ao contrário, muitos de nós vivem nas selvas de pedras das cidades grandes. Mas utilizar o termo Pagão é uma forma de honrar todos aqueles que mantiveram vivos os antigos ritos, de forma que chegassem até nós hoje.
Em resumo, Paganismo é qualquer caminho espiritual centrado na natureza e suas manifestações e a Wicca, a Bruxaria Moderna, é um deles.

 Miniatura ''(thumbnail)'' da versão das 23h43min de 7 de setembro de 2008

EU POSSO SER BRUXO E CRISTÃO AO MESMO TEMPO?

Wicca e Cristianismo são duas crenças incompatíveis, que caminham em direções diametralmente opostas, podendo ser consideradas até mesmo antagônicas entre si.
Pessoas que praticam a chamada "Wicca Cristã" ou aqueles que querem encontrar desculpas para incluírem elementos cristãos no Paganismo são Cristãos mal resolvidos.
Não existe Wicca Cristã. Existem, sim, indivíduos com uma forte dificuldade de se desligarem de sua criação e valores Cristãos, querendo criar um novo subgrupo dentro de uma filosofia espiritual e religiosa que pratica e prega algo completamente diferente do Cristianismo.
Wiccanianos não acreditam no Deus Cristão, em Anjos, Santos, no Céu, Diabo, Inferno ou seguem a Bíblia. Wiccanianos não acreditam no pecado original ou na danação eterna. 
Por definição um Wiccaniano é qualquer pessoa que seja Pagão, alguém que cultue a Deusa, os antigos Deuses, celebre a Roda do ano e as lunações e chame ou defina a si mesmo como Bruxa ou Bruxo e não seja cristão.
Vejamos, então, as diferenças entre a Wicca e o Cristianismo:

1) Para a Wicca a mulher é a fonte sagrada de toda a vida. Para o Cristianismo ela é a fonte de todos os males(vide Eva e o episódio do fruto do pecado no Jardim do Éden).
2) Para a Wicca a fonte primordial de toda a vida é Feminina(por alguns considerada feminina e masculina). Para o Cristianismo ela é predominantemente masculina.
3) A Wicca encara o sexo e a sexualidade como uma dádiva dos Deuses, algo bom, que deve ser vivido e celebrado intensamente, pois é sagrado. Para o Cristianismo o sexo e todas as expressões da sexualidade são pecaminosos, devem ser evitados e reprimidos.
4) Para a Wicca a Divindade é panteísta e imanente. Para o Cristianismo o sagrado se apresenta de forma transcendente. 
5) A Wicca incentiva a responsabilidade nas atitudes humanas, não há um ser maligno para ser culpado por nossas faltas a não ser nós mesmos. O Cristianismo coloca sempre tal responsabilidade no Diabo, o ser humano nunca é real responsável por seus próprios atos, é sempre instigado a realizá-los por intermédio da "força das trevas".
6) A Wicca encara a natureza como sagrada, devendo ser preservada, o homem é parte integrante e filho dela como todos os outros seres. O Cristianismo vê a natureza como algo que foi criado para servir ao homem e por ele ser explorada e subjugada.
7) Para a Wicca tudo que dá prazer e satisfação ao homem é bom. Para o Cristianismo todas as fontes de prazer(sexuais ou não) devem ser evitadas. 
8) Para a Wicca todo ser humano nasceu livre de pecados e karmas, estamos aqui para viver intensamente e sermos felizes. 
9) Para o Cristianismo o ser humano é fruto do pecado original e já nasceu na posição de pecador. 
10) A Wicca deseja dialogar com outras religiões, pois a intolerância é a base da alienação. O Cristianismo não só não deseja tal diálogo como, inclusive, não tolera em hipótese alguma amistura de suas espiritualidade com outras.

Temos ai 10 bons motivos, de uma lista incontável, para entendermos porque Wicca e Cristianismo não combinam 
Misturar Wicca e Cristianismo é um genocídio. As consequências desse genocídio interessa a todos nós porque sofremos seus efeitos direta ou indiretamente.
Assassinar alguém deliberadamente por motivos raciais é um genocídio étnico. Inserir elementos cristãos no Paganismo é um genocídio religioso. O primeiro priva um ser humano de sua vida e singularidade cultural, o segundo extermina as bases originais e únicas de uma religião. 
Da mesma forma, é inadmíssivel e incompatível a mistura da Wicca com qualquer outra religião. Qualquer pessoa que misturar dois tipos de sistemas religiosos estará criando uma nova religião. 
Não misturar Wicca com Cristinismo é um favor que se faz às duas religiões. Ambas possuem sua beleza, mas cada uma no seu lugar e sendo mantidos seus aspectos vitais, características particulares e sendo praticadas individualmente.

Fonte:http://www.wiccanaweb.com.br  

Por: AndrielChorão

Free Translation Widget

Rating: 3.1/5 (458 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...



Imagem